História

O COMEÇO DE TUDO

O trabalho solidário, feito em prol de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, portadores de câncer, começou com a força de vontade de familiares e amigos do jovem Ricardo Moysés Júnior, que faleceu em maio de 1994, devido à neoplasia (câncer). Seus pais, Jane Berlose Moysés e Ricardo Moysés, além do médico que cuidou do rapaz, Dr. Ângelo Atalla, iniciaram um movimento de apoio para as famílias enfrentarem a doença.

O Hospital Dr. João Felício acreditou no idealismo daquele grupo e cedeu uma sala onde eram guardados os donativos recebidos para serem distribuídos aos assistidos. Assim, foi fundada, em 31 de outubro de 1994, a Fundação de Apoio aos Portadores de Neoplasias Infantis Ricardo Moysés Júnior, entidade filantrópica e sem fins lucrativos, que visa a prestar assistência às crianças e adolescentes portadores de câncer.

Famílias de Juiz de Fora e de outras cidades passaram a procurar ajuda na FRMJ, sendo necessário alugar uma loja no bairro Santos Anjos. Mas, ainda não era possível oferecer hospedagem para quem vinha de outros lugares. Nesse momento, a Santa Casa de Misericórdia, conhecendo o trabalho desenvolvido, cedeu em regime de comodato, um casarão com 2 quartos e 16 leitos no bairro Santa Terezinha, garantindo hospedagem aos assistidos e seus acompanhantes.